Você deve ter ouvido ou lido em alguma mídia que 2022 será o Ano da Tecnologia, já que a pandemia acelerou o avanço da tecnologia em diversas áreas no mundo inteiro. E com a forte vinda do metaverso no final do ano de 2021, estudos dizem que este ano promete ser ainda mais revolucionário. Bom, esta é ainda uma incerteza já que um produto extremamente recém lançado no mercado tecnológico pode ser considerado um alto risco para o mercado financeiro. O metaverso promete romper barreiras entre o mundo físico e o mundo digital fazendo parte das 10 tendências do mercado digital em 2022.

O que você espera do Metaverso em 2022?

Mas o que é o metaverso?

Como método, o metaverso é o compartilhamento de um espaço virtual, ou seja, é uma tecnologia capaz de inserir pessoas e coisas em um mundo inteiramente virtual. Essa tecnologia centraliza a realidade aumentada, a internet e a realidade física aprimorada no mundo digital.

Seu conceito vai muito além de apenas uma realidade virtual, outras tecnologias que estão com a perspectiva alta para o mercado tecnológico de 2022 são os NFTs, que já iniciaram no mercado financeiro digital com um altíssimo valor. Os NFTs, como exemplo, estão constantemente aprimoradas pois sofreram um grande impulso com o grande avanço da pandemia no mundo todo.

Fique tranquilo que nos próximos artigos, iremos falar sobre o que são NFTs e quão grande está sua perspectiva para os próximos anos no mercado digital.

O termo metaverso surgiu em 1992, com a obra escrita por Neal Stephenson chamada Snow Crash, onde a história era descrita com um personagem que era entregador de pizza e que no mundo virtual era um samurai, e esse universo era descrito como “metaverso”.

Snow Crash, de Neal Stephenson – Clique aqui para comprar

O start do metaverso

No dia 29 de Outubro de 2021, o Facebook, uma das maiores redes sociais do mundo trocou seu nome para Meta, uma referência ao futuro da internet, o metaverso. Para todos poderia até não ser uma novidade, mas essa mudança foi a que acelerou o avanço do metaverso no mundo inteiro.

A ideia do metaverso deu início à diversos jogos como o Second Life, lançado em 2003, onde se tratava de um ambiente virtual e tridimensional que simulava a vida real e social do ser humano através da interação entre avatares. Outros jogos como Roblox, Minecraft e Fortnite foram o que deram ainda mais um boom no mundo virtual, e que ainda continuam em sucesso.

Um grande game sucesso do mundo inteiro que representa muito bem o mundo virtual, foi o Pokemon Go, lançado em 2016, onde você “caçava” os pokemons com a mistura da realidade virtual com o mundo físico. Incrível, né?

Jogos que inspiram o metaverso: Roblox, Minecraft e Fortnite

E qual a perspectiva para 2022?

O metaverso já é a realidade e está modificando o mundo em que vivemos, e não só no mercado financeiro, mas sim em como interagimos e fazemos as coisas no mundo real. A imaginação é o limite do que pode ser feito no metaverso, as possibilidades são infinitas e o que está por vir ainda é incerto.

Imagina só, você ir ao mercado somente com seu celular e com seu óculos, mas sem precisar sair de casa? Loucura demais, né? Pois é, isso é apenas um simples exemplo das diversas possibilidades que o metaverso pode trazer ao mundo real em que vivemos.

Há muito ainda a se trabalhar no mundo virtual em 2022 e com a pandemia e a aceleração em massa, podemos afirmar sem problemas que em 2022 muitas novidades ainda estão por vir no metaverso.

Uma também das grandes novidades do mercado digital são os NFTs (tokens não fungíveis), que de forma resumida é um certificado que representa algo como único e autêntico. Diferente das criptomoedas com o Bitcoin, os NFTs não podem ser considerado como uma moeda de troca.

A Microsoft anunciou na Microsoft Ignite 2021 o seu metaverso, dando start no Microsoft Teams, que chegará no primeiro semestre de 2022.

As vendas de NFTs atingiram 25 bilhões de dólares em 2021, isso corresponde a 0,35% do valor negociado à vista na bolsa de valores do Brasil, de acordo com a B3SA3. A perspectiva é que esses valores tripliquem até o final de 2021 com o avanço do mercado tecnológico digital.

Diversas empresas já iniciaram 2022 com um investindo forte no metaverso, como Tinder, Nike, Adidas, Microsoft, NVIDIA, Budweiser e Disney Isso é apenas o começo de uma nova era digital de um presente com infinitas possibilidades.

E qual a sua perspectiva?

E você? Tem investido mercado digital ou acha que ainda é cedo? Acha que será possível viver uma vida “híbrida”em 2022 ou que a realidade virtual vai tomar conta de todos?

Bom, algumas dessas perguntas e diversas outras com certeza teremos a reposta já no ano de 2022. Bitcoins, NFTs, Dogcoins, blockchain e muitas novidades já estão em alta no mercado financeiro e digital desde 2020 e só vem crescendo.

Será que realmente vale a pena começar a investir no mundo digital neste ano? Nós da ROQT Group estamos otimistas quanto ao futuro e do avanço da tecnologia para esse ano e com a expansão do metaverso, com certeza iremos preparar algo muito especial para vocês!

Projeção do metaverso pela Microsoft.

E como nós dissemos, o futuro é o agora. Nesse contexto podemos esperar que empregos e profissões deixem até de existir devido ao grande impacto em que o metaverso irá ocorrer nos próximos anos, um dos maiores desafios será aliar dois mundos a um padrão em que os custos se tornem acessíveis para todos.

Você já investe no metaverso? Conta aí pra nós nos comentários. Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.