Durante o desenvolvimento de um projeto, pode ocorrer de notarmos uma demora no carregamento dos dados, sua atualização e a fluidez de todo o conjunto. Isso acontece quando a quantidade de dados da fonte utilizada é muito grande, demandando mais processamento para leitura dos mesmos.

Seria ideal se pudéssemos, de alguma maneira, trabalhar com uma quantidade menor de dados para que tivéssemos mais rapidez durante o processo, não é? Pois bem, é sobre isso que vamos falar neste artigo, apresentando o novo recurso de pipelines de implantação do Power BI.

Para as orientações a seguir, usaremos um exemplo de banco de dados. Supondo que você queira usar os dados da tabela fMovimentos, do banco de dados X. Ao importar os dados desta tabela e abre o Editor Avançado para ver o código da consulta, verá o seguinte:

Essa consulta está importando todos os dados dessa tabela. Para reduzi-los a um tamanho desejável, a primeira coisa que iremos fazer é adicionar um novo parâmetro, do tipo de dados Número Decimal, veja:

Observe que Valor Atual está definido como 10. A finalidade deste parâmetro é controlar o número de linhas que serão carregadas da fMovimentos.

Agora iremos adicionar um if na consulta da tabela, utilizando este parâmetro:

Uma nova etapa chamada FilterLogic é adicionada ao final desta consulta, implementando a seguinte lógica:

  • Se o parâmetro FilterRows, que criamos anteriormente, for menor ou igual a 0, retorne todas as linhas da tabela fMovimentos;
  • Se FilterRows for maior que 0, retorne esse número de linhas principais.

Uma vez que o parâmetro está definido como 10, a consulta retornará apenas as 10 principais linhas:

Agora, você tem seu conjunto de dados reduzido para desenvolvimento no Power BI Desktop.
A seguir, publique esse conjunto em um workspace. Acesse o workspace e, no menu do conjunto de dados, selecione “Configurações”:

Após, selecione “Parâmetros”:

Altere o valor do parâmetro para 0 e… Pronto!

Com esse parâmetro em vigor, quando o conjunto for atualizado, a lógica da consulta irá garantir que todos os dados da tabela sejam carregados no conjunto de dados. Ao invés apenas das 10 linhas, agora a atualização carregará todas as linhas da tabela solicitada.

Gostou do conteúdo? Fique ligado que sempre postamos dicas e atualizações por aqui! Até breve, tripulação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.